População economiza com tarifa diferenciada no transporte coletivo
21/06/2022 - 09:19

Em fevereiro de 2022 a Comec anunciou o reajuste da tarifa do Transporte Coletivo Metropolitano trazendo uma novidade inédita ao sistema. A possibilidade de desconto na tarifa para pagamento utilizando o cartão transporte.

Para as cidades do primeiro anel a tarifa que era de R$4,50, passou a ser de R$4,75 para pagamento no cartão, um reajuste de 5,5%. Vale destacar que o último reajuste realizado no sistema havia sido em 2019 e no mesmo período a inflação acumulada foi de aproximadamente 19%.

A ação teve como principal objetivo incentivar o uso do cartão e, desta forma, diminuir a circulação de moeda no sistema, dando mais agilidade no embarque de passageiros e segurança para usuários e operadores. E deu resultado.

Em fevereiro de 2022 a média de pagamentos utilizando o cartão transporte no sistema metropolitano era de 59,26% e desde então este número vem crescendo. Já no primeiro mês após a implementação da tarifa diferenciada, em março, o percentual subiu para 62,50%. Em abril o número foi de 64,52% e em maio 66,20%. Com a subida, maio alcançou o recorde histórico de utilização do cartão transporte no sistema metropolitano.

No mês de maio a média de passageiros pagantes por dia útil foi de 223.827 e este acréscimo de usuários utilizando o cartão, cerca de 6,94%, representa aproximadamente 15.500 passageiros beneficiados diariamente. Considerando a utilização de duas passagens por dia, a economia no final do mês deverá representar cerca de R$ 36,00.

Para o presidente da Comec Gilson Santos são ações que fazem a diferença na vida da população. “Com uma ação simples trouxemos economia para o usuário, agilidade no embarque de passageiros e segurança para a operação. No contexto final isso acaba fazendo a diferença na vida da população na medida que torna o sistema mais eficiente e eficaz. Com certeza podemos avançar ainda mais, mas estamos felizes com o resultado alcançado”, destacou Santos.