Encontro em Brasília busca garantir recursos para o Transporte Coletivo dos municípios
08/12/2021 - 15:11

Em Brasília, o Presidente da Comec Gilson Santos participou, na tarde desta quarta-feira (08), de uma reunião da Frente Nacional de Prefeitos – FNP, para debater alternativas para o financiamento do transporte coletivo nos mais diversos municípios e capitais brasileiras.

Santos defendeu que os recursos sejam destinados para Estados quando o município não possuir sistema de transporte próprio e for atendimento por sistemas metropolitanos, como ocorre em grande parte dos municípios da Região Metropolitana de Curitiba. “Nós temos grandes municípios, como é o caso de Colombo e Fazenda Rio Grande, que não possuem sistemas municipais. Toda a operação é realizada e subsidiada pelo Governo do Estado. Estes municípios não podem ficar de fora desta divisão de recursos, pois são parcelas significativas da população e que dependem destes sistemas. Estes recursos precisam ser destinados aos governos estaduais, que são as instituições que estão arcando até o momento com todo o desequilíbrio financeiro sofrido em especial pela pandemia”, destacou Santos.

O momento, segundo Santos “é muito delicado. Diversas empresas pelo país quebrando, entrando em recuperação judicial, realizando demissões e a situação em 2022 tende a piorar visto que o número de usuários que existia antes da pandemia ainda não retornou ao sistema e talvez não venha a retornar”.

“O maior montante dos recursos arrecadados com impostos vai para o Governo Federal. E o transporte coletivo é um direito social ao lado da Educação, Saúde, Trabalho e outros. E que atende aquelas pessoas que mais precisam. Que são mais vulneráveis. A sensibilidade do Governo Federal neste momento é fundamental”, finalizou o presidente.  

Ainda hoje representantes da FNP estarão reunidos com o presidente da Câmara, Arthur Lira, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, em mais uma tentativa de sensibilizar os parlamentares para a pauta.