COMEC

Notícias em Destaque

09/07/2019

Em reunião da equipe de Governo, Gilson Santos destaca desafios enfrentados pela Comec

foto da reunião com secretarios de governo

Em reunião com o Governador Carlos Massa Ratinho Junior, o vice-governador Darci Piana e a equipe de Secretários de Governo, o presidente da Comec Gilson Santos realizou, na manhã desta terça-feira (09), uma apresentação do trabalho desenvolvido pela autarquia nestes primeiros seis meses de governo.

Santos elencou alguns dos desafios encontrados pelo órgão, destacando a manutenção do transporte coletivo metropolitano, a análise de processos no Departamento de Controle e Organização Territorial – DCOT, a retomada das obras remanescentes da Copa de 2014, os projetos estruturantes para a Região Metropolitana - como a PR-423 e o Contorno Norte de Curitiba e os projetos de quatro novos parques para a RMC. Segundo o presidente, “muitos destes projetos estavam parados na Comec e agora estão sendo desengavetados e revisados para que sejam finalmente executados”.

Ainda durante a apresentação, o presidente destacou o estudo de viabilidade para o compartilhamento dos trilhos de trem para o transporte de passageiros, que está sendo realizado pela Comec em parceria com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos – CBTU. Segundo o presidente, “se comprovada a sua viabilidade, este deverá ser um projeto que irá ressignificar o transporte coletivo na Região Metropolitana de Curitiba”. Segundo Santos, os técnicos da CBTU iniciaram a vistoria técnica nesta semana e deverão apresentar os resultados dentro de 30 dias.

Ao final, Santos falou sobre os próximos desafios desta gestão frente à Comec, destacando a elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado – PDUI da Região Metropolitana de Curitiba, que deverá levar cerca de 2 anos para sua conclusão e custar cerca de R$ 12 milhões, a revisão do Decreto 745/15 – que irá rever o tamanho das bacias hidrográficas da RMC e dar nova possibilidade de desenvolvimento aos municípios atingidos por estas áreas, a revisão da Lei da Comec – adequando-a às exigências ao Estatuto da Metrópole e a licitação do transporte coletivo da Região Metropolitana que, segundo Santos, está entre os maiores desafios da instituição.

Fonte: Comunicação COMEC

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.