COMEC

Notícias em Destaque

11/01/2018

Governo entrega obras da Estrada do Cerne, em Campo Magro

O governador Beto Richa entregou no dia 11 de janeiro, em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, as obras de ampliação e revitalização da PR-090, mais conhecida como Estrada do Cerne. Iniciadas em 2016, as obras envolveram um conjunto de serviços que melhoraram as condições de trafegabilidade em 11 quilômetros da rodovia, com a construção de terceiras faixas e duplicação de alguns trechos. O Governo do Paraná investiu R$ 30,2 milhões na obra.
A Estrada do Cerne, afirmou Richa, está dentro de uma série de obras rodoviárias que o Governo do Estado vem realizando nos últimos anos para melhorar a ligação entre Curitiba e municípios da região metropolitana. Há obras andamento na Rodovia João Leopoldo Jacomel, em Pinhais e Piraquara, e na Rodovia da Uva, que dá acesso a Colombo. Está em licitação a obra na Rodovia dos Minérios, ligação da capital com os municípios de Almirante Tamandaré, Itaperuçu e Rio Branco do Sul.
“Damos uma grande atenção à área de infraestrutura no Estado. Temos grandes obras entregues e em execução e algumas para serem lançadas nos próximos dias”, disse o governador. “São contornos rodoviários em grandes cidades do Paraná, mais de 500 quilômetros de duplicação de estradas e essas obras na Região Metropolitana de Curitiba, que recebem grandes investimentos”, citou.
LIGAÇÃO COM CURITIBA – A revitalização da Estrada do Cerne beneficia quase 30 mil moradores de Campo Magro, que utilizam diariamente a rodovia, ligação com a capital paranaense. As obras foram executadas a partir do entroncamento com a PR-418 (Contorno Norte) até o perímetro urbano mais adensado de Campo Magro.
“Uma bela obra com projetos de duplicação, novas calçadas, ciclovias e iluminação. Temos ainda novos projetos para esta rodovia. É uma importante ligação a Curitiba e Bateias, em Campo Largo”, afirmou Richa.
O prefeito Cláudio Casagrande disse que a obra resolveu problemas históricos da rodovia. “Nossa estrada era precária e perigosa e hoje está trazendo segurança aos moradores”, disse. “Esta obra vai ajudar no desenvolvimento da cidade e ampliar o potencial turístico de Campo Magro. Vai transformar a nossa cidade”, ressaltou.
NOVO CONCEITO - O secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, afirmou que o projeto respeita os diferentes modais de transporte. “É um novo conceito de rodovia, pensando também nos pedestres e ciclistas com a construção de calçadas, ciclovia e pontos de ônibus”, disse ele. “É uma obra de muita qualidade. Foram feitos muitos serviços de drenagem, porque havia pontos com problemas de alagamento quando chovia”, explicou.
OBRAS – Foram implantados 2,5 quilômetros de duplicação, quatro pontos com terceiras faixas, totalizando 2,9 quilômetros, e mais seis interseções em nível para melhorar os acessos aos bairros da região. Também foram executados outros serviços complementares, como a construção de acostamento ao longo da rodovia, instalação de pontos de ônibus, ciclovia e novas calçadas.
Uma nova ponte sobre o Rio Verde, com extensão de 10 metros, foi construída no km 20,4, próximo à prefeitura de Campo Magro. O serviço fez parte de uma série de obras de drenagem ao longo da rodovia para solucionar os problemas de enchentes que eram frequentes em períodos de grande volume de chuvas.
MAIS SEGURO - O artesão Elias Nunes Domingues, que mora no Jardim Viviane, em Campo Magro, aprovou a melhoria na Estrada do Cerne. “Ficou muito boa. Está mais fácil e seguro se locomover entre Campo Magro e Curitiba. A estrada ficou boa tanto para quem anda de carro como de bicicleta”, afirmou. “Antigamente, quando chovia enchia de água por tudo. Agora não, ficou bem melhor”, disse.
HISTÓRIA – A Estrada do Cerne foi construída no governo de Manoel Ribas (1932/1945), como ligação entre o Norte Pioneiro e Curitiba para facilitar as exportações de café pelo porto de Paranaguá. Parte da rodovia original foi pavimentada e revitalizada no governo de José Richa, obra concluída em 1985.
PRESENÇAS – Participaram da inauguração o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Nelson Leal Júnior; o coordenador geral da Comec, Caco Almeida; os presidentes da Comec, Omar Akel e do Instituto Ambiental do Paraná, Luiz Tarcísio Mossato Pinto; os deputados federais Luciano Ducci e Toninho Wandscheer; os deputados estaduais Alexandre Curi e Alexandre Guimarães; vereadores e moradores da região.

Fonte: AENoticias

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.