COMEC

Notícias

14/11/2017

Governo entrega a Curitiba material para atender surdos

A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social entregou no dia 13 de novembro equipamentos para Curitiba instalar a Central de Interpretação de Libras (Língua Brasileira de Sinais), nos moldes determinados pelo Governo Federal. Os materiais foram entregues pela secretária Fernanda Richa ao prefeito Rafael Greca.
Em Curitiba e região metropolitana moram, de acordo com último Censo, 50 mil surdos, excluindo as pessoas com deficiência auditiva parcial. “Estamos muitos felizes em dar maior acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva severa e ajudar a ampliar o serviço de Curitiba. Desta forma, melhoramos o atendimento àqueles que mais precisam”, afirmou Fernanda.
Foram repassados à Prefeitura móveis de escritório, três computadores com webcam, três telefones do tipo headset e um veículo Palio Weekend. A Capital conta com serviço para pessoas surdas, mas os equipamentos poderão duplicar a quantidade de atendimentos, que gira em torno de 100 por mês.
Na modalidade presencial, profissionais da Central de Libras da prefeitura acompanham pessoas surdas em compromissos socioassistenciais, jurídicos e de saúde, entre outras situações. “Esses equipamentos ampliam a capacidade da nossa Central e permitem atendimento com mais rapidez. O automóvel ajuda no deslocamento das pessoas que vão resolver as situações de inclusão dos deficientes auditivos”, afirmou Greca.
IMPORTÂNCIA – A coordenadora da Política da Pessoa com Deficiência, Flavia Cordeiro, explicou que Libras é uma língua expressa por sinais das mãos e expressões faciais, independente do português. “Para o surdo alfabetizado, o português é sua segunda língua, assim como o inglês ou outro idioma estrangeiro”, exemplificou.
Os equipamentos permitirão oferecer serviço on-line. “As intérpretes de Libras prestavam atendimento via internet pelo telefone celular, mas agora ficará muito melhor, com computadores e câmeras”, disse Denise Maria de Oliveira Morais, responsável pela Assessoria de Direitos da Pessoa com Deficiência, da prefeitura.
PREVISÃO – A Central de Interpretação de Libras garante atendimento de qualidade, com serviços de tradução e interpretação; facilita o acesso de pessoas com deficiência auditiva a serviços públicos; amplia a interação entre ouvintes e surdos.
As modalidades de atendimento previstas no projeto das centrais de interpretação são presencial, virtual e no local da necessidade. Podem ser dadas informações na sede da Central ou por transferência de imagem em tempo real entre intérpretes e pessoa com deficiência auditiva. Também pode ceder intérprete, em local e horário previamente agendado, para acompanhamento da pessoa com deficiência auditiva a hospitais, bibliotecas, tribunais e outros locais e situações que necessitem da tradução do português para Libras ou vice-versa.

Fonte: AENoticias

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.