COMEC

Notícias

04/05/2017

Fernanda Richa destaca benefício do Família Paranaense para toda comunidade

A secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, afirmou nesta quarta-feira (03), em Maringá, que o comprometimento do prefeito e do gestor da assistência social é fundamental para os bons resultados do programa Família Paranaense na vida da população. “Se o prefeito entender que este é um programa de emancipação, não só para a família, mas que traz um bem-estar para a cidade, para comunidade toda, temos uma resposta excelente”, destacou a secretária.

Fernanda participa do encontro que reúne, em Maringá, equipes do programa Família Paranaense de 42 municípios do Noroeste e do Vale do Ivaí. São cerca de 150 participantes, entre prefeitos, gestores de assistência social, técnicos estaduais e municipais de todas as políticas públicas que integram o principal programa do Governo do Paraná para reduzir a pobreza no Estado.

De acordo com a secretária, o objetivo do evento é capacitar equipes técnicas para melhorar o atendimento às famílias em situação de risco e vulnerabilidade social atendidas pelo programa nos municípios da região.

“Contamos com o comprometimento de todas as equipes envolvidas no programa. Por isso, organizamos estas reuniões, que podem ser macro ou pequenos encontros. Aqui podemos esclarecer dúvidas, trocar experiências e mostrar que a importância do programa pode estar na mão de poucas pessoas do município e que elas conseguem fazer a diferença”, disse Fernanda Richa.

O prefeito de Itaguajé (Noroeste), Crisógono Noleto e Silva Junior, conhecido como Juninho, destacou a parceria com o Governo do Estado e a importância das ações do Família Paranaense para as 120 famílias atendidas na cidade. “O programa vem ao encontro de nossas necessidades para que possamos de fato tirar estas pessoas da vulnerabilidade”, conclui.

Também presente no evento, a gestora da assistência social de Floraí (Noroeste), Adriana Herradon, considera que o Família Paranaense intensifica a busca ativa das famílias prioritárias. “O programa faz um planejamento das ações que vão ser trabalhadas com as famílias. Cada plano é individual e isso é muito importante para a política de assistência social promover a emancipação dessas pessoas”, afirmou.

A secretária municipal de Assistência Social de Santo Inácio, Marina do Nascimento Gonçalves, participou do evento ao lado das equipes que compõe os comitês local e municipal. “Estamos hoje no evento para buscar qualificação e mais recursos. Queremos conhecer novas formas e meios para que o município consiga fazer o programa acontecer da melhor forma possível”, enfatizou.

APRENDIZADO – Para participar da capacitação, a assistente social do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Novo Itacolomi (Vale do Ivaí), Mayara de Fatima Secco, viajou 70 quilômetros. Segundo ela, a capacitação promovida pelo Governo do Estado é fundamental para que os novos membros dos comitês conheçam o programa. “Para que todos estejam preparados para constituir a rede de serviços e, juntos, ofertar as ações intersetoriais e planejadas para as famílias, atendendo suas necessidades específicas”, explicou Mayara.

INVESTIMENTOS – Os 42 municípios que participam do encontro são assessorados pelos escritórios regionais da Secretaria Estadual da Família de Maringá e Apucarana. Nestas cidades, as ações do programa Família Paranaense, como transferência de renda e acompanhamento familiar, já atenderam 18.728 famílias. Foram investidos R$ 34,7 milhões para fortalecer a assistência social nos municípios e melhorar o atendimento às pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social, além da transferência direta de renda.

A rede socioassistencial também foi ampliada. A população ganhou dois Centros da Juventude, em Apucarana e Maringá, e também quatro novos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), localizados em Marumbi, Bom Sucesso, Mandaguaçu e Munhoz de Mello, todos construídos pelo Governo do Estado. O investimento nas obras chega a R$ 12,85 milhões.

AGENDA - Desde março deste ano, 490 servidores de 133 municípios do Estado já participaram das capacitações promovidas pelo Família Paranaense, chamadas de reuniões macrorregionais.

Em Maringá, a programação segue até esta quinta-feira (04). As próximas macrorregionais acontecerão em Paranavaí (17 e 18 de maio), Francisco Beltrão (31 de maio e 1º de junho) e Guarapuava (07 e 08 de junho), encerrando em Londrina (21 e 22 de junho).

FAMILIA PARANAENSE – Em março, o Família Paranaense, principal programa do Governo do Paraná para reduzir a pobreza no Estado, completou cinco anos com a marca de 274 mil famílias atendidas. Elas estão em todos os municípios do Estado e são apoiadas com ações como transferência de renda e atendimento em saúde, educação, habitação, assistência social e trabalho e renda. Coordenado pela Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, o programa reúne ações 19 secretarias e empresas estaduais – além dos municípios. Os investimentos em ações do programa somam R$ 131 milhões.

Fonte: AENoticias

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.