Linha F03 de Fazenda Rio Grande recebe reforço
24/11/2021 - 16:30

A partir desta quarta-feira (24), a linha F03 – FAZENDA DIRETO, principal linha de conexão entre o município de Fazenda Rio Grande e a capital Curitiba, recebe reforço em seu atendimento. Os novos horários e veículos buscam melhorar a oferta de ônibus após acompanhamento dos fiscais da Comec e constatação de aumento no número de usuários.

Com isso, a linha passa a contar com 133,5* viagens em dias úteis, 4,5 viagens a mais do que praticado atualmente. O número representa também 17,5 viagens a mais do que era praticado no período anterior ao da pandemia, quando a planilha contava com 115 viagens por dia útil.

Apesar da oferta de ônibus superior, o número de passageiros ainda representa cerca de 80% se comparado ao período anterior ao da Pandemia. Atualmente, as duas empresas que operam no município, Leblon e Nobel, transportam juntas 25.805 passageiros pagantes por dia útil. Antes da pandemia esse número era de 32.391 passageiros.

O gráfico abaixo demonstra a evolução do número de passageiros transportados no município mês a mês desde fevereiro de 2020 até novembro de 2021, em comparação com a oferta de veículos (número de horários de saídas do Terminal de Fazenda Rio Grande).

 

Grafico do transporte coletivo

 

O presidente da Comec Gilson Santos, destaca que a operação tem trabalhado no limite e busca alternativa para solucionar o problema. “Nos horários de pico, nós temos ônibus saindo de Fazenda Rio Grande com um intervalo de 2,5 minutos. Se considerarmos ainda que um ônibus demora cerca de 1,5 minutos para carregar todos os seus passageiros, então temos um atendimento praticamente que ininterrupto. Chega a ser difícil até incluir novos ônibus nesta grade. Porém, sabemos que o problema não está na quantidade de veículos e sim no trajeto percorrido”, destacou.

 

Santos explica que “o trecho da BR-116, por onde passam estes veículos, enfrenta grandes congestionamentos, acidentes, bloqueios, entre outras situações que acabam prejudicando e comprometendo toda a operação. Vale destacar que o acesso é praticamente o único de ligação entre os dois municípios e muito utilizado ainda para que deseja acessar o Contorno Sul de Curitiba e a Central de Abastecimento do Paraná – CEASA – Curitiba”, e que estuda junto com demais órgãos, alternativas para solucionar o problema de trânsito na região.

Fora dos horários de pico o trecho percorrido pela linha é realizado em aproximadamente 20 minutos pelos veículos. Porém quando chega o horário de maior demanda este trajeto é feito em cerca de 1 hora. "É necessário o dobro de veículos para atender o mesmo número de passageiros. Temos que buscar alternativas de tornar este sistema mais eficiente". Destacou Santos. “A principal proposta, que é um desejo do Governador Carlos Massa Ratinho Junior e já estamos trabalhando em conjunto com as prefeituras, é a implementação de uma canaleta exclusiva para ônibus, na continuação da Linha Verde de Curitiba. Porém, este é um projeto de grande complexidade e que demora tempo para sua implementação”, destacou.

Outro grande desafio apontado pelo presidente está na distribuição da demanda de passageiros no decorrer do dia. Isso porque ela se concentra nos horários de pico, entre 6h00 e 7h00, e no período da tarde entre 17h00 e 18h00. Após estes horários, cerca de 60% da frota acaba retornando para as garagens por falta de passageiros.

 

 

 

ed
Reunião com o Secretário de Planejamento Urbano do Município de Fazenda Rio Grande Lanes Randal Prates Marques

 

“Esta concentração da demanda gera custos enormes para o sistema, pois temos veículos que acabam realizando uma única viagem e quando retornam para o município já não possuem passageiros suficientes e voltam para a garagem. Ou seja, são ônibus, motoristas e cobradores que servem para realizar uma única viagem no dia. O custo disso para o sistema é enorme. ” Destaca Santos.

 

Últimas Notícias